Beatnik

by Sebage

/
1.
03:11
2.
05:35
3.
4.
02:19
5.
6.
7.
8.
03:31
9.
04:27
10.
11.
03:57
12.

about

''Beatnik'' é um álbum de compilação que reune todas as faixas gravadas em São Paulo e Maceió em 2001 à 2006 // todas as músicas são criadas pelo alagoano Sebage Jorge

수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수
수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수
수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수
수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수
수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수
수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수수

ouça +++++++++++++++++++++++++
soundcloud.com/sebage-jorge-barboza
soundcloud.com/sebage-jorge-barboza
soundcloud.com/sebage-jorge-barboza

curta ++++++++++++++++++++++++++++++++++
facebook.com/Sebage-204109109633830/?fref=ts
facebook.com/Sebage-204109109633830/?fref=ts
facebook.com/Sebage-204109109633830/?fref=ts

#023

credits

released January 17, 2017

produção por Roberto Lefévre e Dinho Zampier
arte da capa por Mário Alencar (www.behance.net/mrlncr)
.
Sebage Jorge - vocais e letras

Butterfly - Ricardo Lopes (guitarra, violão), Dinho Zampier (piano), Van Silva (contra-baixo), Betinho (bateria).

Amazonas - César Maluf (teclado), Marco Maluf (guitarra), Marcelo Maluf (bateria) e Véio (contra-baixo).

Love Will Bring Us To Fall - Sílvio Marne (guitarra), Beto Lefevre (guitarra, teclado, contra-baixo), Cassiano Jaquinto (bateria), Marco Ulgheri (programações).

Diva - Ricardo Cunha (guitarra), Beto Lefevre (violão, teclado, contra-baixo), Cassiano Jaquinto (bateria).

Na Minha Veia Corre Black Label - Ricardo Lopes (guitarra), Dinho Zampier (teclado), Van Silva (contra-baixo), Betinho (bateria).

One More Night - Beto Lefevre (guitarra, teclado); Ricardo Cunha (guitarra); (contrabaixo), Cassiano Jaquinto (bateria).

Chão de Pedra - Ricardo Lopes (guitarra, violão), Dinho Zampier (teclado), Van Silva (contra-baixo), Betinho (bateria).

Stupid Boys - Beto Lefevre (guitarras), Marco Ulgheri (percussão).

Love No More - Ricardo Lopes (guitarra), Dinho Zampier (teclado), Van Silva (contra-baixo), Betinho (bateria).

You're My Religion - Beto Lefevre (guitarra, teclado); Marco Ulgheri (percussão).

Réquiem - Beto Lefevre (guitarra, teclado); Marco Ulgheri (percussão).

Nunca Houve Uma Atriz Como Dina Sfat - Beto Lefevre (guitarra), Marco Ulgheri (percussão)

_____________________________________________________

Release: crookedtreerecords.wordpress.com/2017/01/17/sebage-beatnik-album/

tags

license

all rights reserved

about

Crooked Tree Records Maceió, Brazil

Brazilian label alternative music coming from any basement.
______________

Selo alagoano de música alternativa vindo de qualquer porão.

contact / help

Contact Crooked Tree Records

Streaming and
Download help

Track Name: Butterfly
Butterfly, bring the sky to me
Bring the world, the men and the flowers
Butterfly, fly

What inspiration invaded me

To sing these words so tenderly (4x)
so tenderly

Butterfly, bring the sky to me
Bring the world, the men and the flowers
Butterfly, fly

What inspiration invaded me

To sing these words so tenderly (4x)
so tenderly
Track Name: Amazonas
Love (3x)
Love is in the night
Love is bright
Baby, I want…
Loving in you tonight

If you decide so
I will love you all night long
Forever (2x)

Love (3x)
Love is in the night
Love is bright
Baby, I want…
Loving in you tonight

If you decide so
I will love you all night long
Forever (2x)

Love (3x)

Ela me deu todo o seu ouro
Ela é um estouro em Bagdá
Sem nada a temer
Entregou-me seu tesouro
Ela é um estouro no lar

Eu, rendido e arrasado
Maltrapilho e maltratado

Ei, quem está do seu lado
Ei, deixe de embaço
Ei, vem me dar um trato
Quem vai ficar por baixo
Eu, muito pelo contrário
Track Name: Love Will Bring Us To Fall
I want to make it very clear
I wait here and I’ve got no fear
Everybody will tell you so
No, oh oh oh oh

But nobody will let you know
That is not hear but everywhere
We’ve got love and we’ve got to share
No, ah, oh oh oh oh
Ah, ah…
Ah, oh oh oh oh

All the love we left behind
All the love we need to hide
All the roses in love we find
All the love that make us cry
All in love and love is all
No, ah, oh oh oh oh
Ah, ah…
Ah, oh oh oh oh

All the love we bring us to fall

All the love we left behind
All the love we need to hide
All the roses in love we find
All the love that make us cry
All in love and love is all
No, ah, oh oh oh oh
Ah, ah…
Ah, oh oh oh oh
Track Name: Diva
A cruz e a entrega eram dela
Deusa ad infinitum
Diva dos apóstolos na Antiguidade
Hoje, musa plena
E cá estou a falar dela
Arrebita, arrebita, menina
Drogadita, fina, culta, linda

Que me dizes, donde estás?
Donde estás, mi vida?
Podeis dizer
“Meu querido, você queria que eu fosse aí lhe dar um beijinho”
Querias que eu fosse até aí
A cruz
era dela

Arrebita, arrebita, menina
Drogadita, fina, culta, linda

Que me dizes, donde estás?
Donde estás, mi vida?
Podeis dizer
“Meu querido, você queria que eu fosse aí lhe dar um beijinho”
Querias que eu fosse até aí
A cruz
era dela
Track Name: Na Minha Veia Corre Black Label
A minha vida não tem saída
Nem tem mais brigas
E você num tá nem aí
Você num tá nem aí (2x)

E eu fico aqui sozinho
Neste quarto de motel
Completamente embriagado, estrepado, alucinado

As veias queimam
Minhas veias ardem
As veias queimam
Minhas veias ardem

Nas minhas veias correm black label
Nas minhas veias, black and blue
Nas minhas veias correm black label
Nas minhas veias, rhythm and blues

A minha vida não tem saída
Nem tem mais brigas
E você num tá nem aí
Você num tá nem aí (2x)

E eu fico aqui sozinho
Neste quarto de motel
Completamente arrasado, embriagado, estrepado
Track Name: One More Night
Só esta noite mais
Eu arrisco
Fim de noite, pois eu abuso
Eu abuso, eu abuso, não durmo
One more night, é

Preciso disso, ai! noturno
Que desperdício, meu deus
Suplício, ai!

Só esta noite mais
Eu arrisco
Oh, fim de noite, pois eu abuso
Eu abuso, eu abuso e não durmo
One more night, é

Só esta noite mais
Eu arrisco
Um fim de noite, pois eu abuso
Eu abuso, eu abuso, não durmo
One more night, é

Preciso disso, ai! noturno
Que desperdício, meu deus
Suplício, ai!

Só esta noite mais
Eu arrisco
Um fim de noite, pois eu abuso
Eu abuso, eu abuso, não durmo
One more night, é
Track Name: Chão de Pedra
Sinto muito, meu benzinho
Eu não sou um estranho
Eu estou entre a cruz e a espada
Neste chão de pedras
Nesta terra sem lei
E ainda um sol de deserto
Ah, oui, my baby, my baby, my baby

Estou no fim do caminho
E não vejo a lenha
Pra botar fogo neste mundo
Perfeito pra nós dois e o mundo
E eu estou aqui com a língua de fora
Deserto de cobras e pedras e lagartos
Ah, eu estou tão só – Ah!

Oh, yeah, mon cher, mon cher
Não havia um destino assim neste século
Oui, oui, está acabado
Eu estou bem perto
Há um certo mistério
E não há o que dizer
Não há o que fazer
A não ser esperar por você

Sinto muito, meu benzinho
Eu não sou um estranho
Eu estou entre a cruz e a espada
Neste chão de pedras
Nesta terra sem lei
E ainda um sol de deserto
Ah, oui, my baby, my baby, my baby

Estou no fim do caminho
E não vejo a lenha
Pra botar fogo neste mundo
Perfeito pra nós dois e o mundo
E eu estou aqui com a língua de fora
Deserto de cobras e pedras e lagartos
Ah, eu estou tão só – Ah!

Oh, yeah, mon cher, mon cher
Não havia um destino assim neste século
Oui, oui, está acabado
Eu estou bem perto
Há um certo mistério
E não há o que dizer
Não há o que fazer
A não ser esperar por você
Track Name: Stupid Boys
Fuck yourself, baby, I’m going home
You won’t believe, but I’m going home
You’re stupid boy
And I’m silly guy
I go home and I wanna die

If you never have fought
You won’t have friend
Stupid boy, insensible man

I could’ve been a lover
Oh, but you never thought
Of a boyfriend
Stupid folk, fuck yourself
I’m gonna home to die

I could’ve been a lover
Oh, but you never thought
Of a boyfriend
Stupid folk, fuck yourself
I’m gonna home to die
Track Name: Love No More
Take my money
But tell me once
I never loved you

Oh my love, take my money
And my honestly
And my honor
But, look, I’m not a silly boy anymore

Oh my love, take my money
And tell me “I never loved you”
“Never, never, never”

Love no more
Anymore
Not easy money no more
Love no more (2x)

Love no more
Anymore
Not easy money no more
Love no more (2x)

Take my money
But tell me once
I never loved you

Oh my love, take my money
And my honestly
And my honor
But, look, I’m not a silly boy anymore

Oh my love, take my money
And tell me “I never loved you”
“Never, never, never”

Love no more
Anymore
Not easy money no more
Love no more (2x)

Love no more
Anymore
Not easy money no more
Love no more (2x)

Love no more
Anymore
Not easy money no more
Love no more (2x)
Track Name: You're My Religion
Roman Polanski me fez assim
Eu não tenho culpa de amar você
Eu cresci invisível
Oh, oh baby (2x)
Eu não vejo mais
Eu estou em paz

Eu só estou querendo dizer
Que no final das contas
Sou o que sou, bem normal
Então não se espante se eu amo assim
Desse jeito declarado
That’s my way
“Não levo o menor jeito, bro
Apaixonado, de cara”

That’s my way
Oh, oh baby
That’s my way

Mas é tudo por causa do senhor Polanski
Bendito seja esse homem que me criou
Eu não sou mais que um trunfo de momento
Mas estou vivo, ó Senhor, religião...

É o meu prazer
É o meu triunfo
É o meu prazer
Religião é você

Oh, oh, baby
Oh, oh, baby
É você…
Religião that’s the way

Oh, oh baby
Oh, oh, baby
É você…
Religião, that’s the way
Track Name: Réquiem
(Intro: fragmento de '‘Os Cantos de Maldoror’', de Lautréamont)

Nos corredores da morte
Aonde vão esses caminhos
À direção do Nada
Aos espinhos da Coroa de Cristo

Só-lustre de fera fingida
Advinha, advinha o que é a morte
A sorte antiga, lavrada
É muito tarde

Curtis, Curtis, enforca teu cadáver no banheiro
De tapa-sexo, teu corpo no ataúde

Vinde a mim, canalhas
O fogo abriu caminho nas entranhas
E você está tão morto tão frio

Sombrios corredores, ó, peste
A sede dos demônios

E o Cristo exala cheiro de enxofre
Desgosto das freiras, joga o corpo dele no canal

Sombrios corredores, ó peste...

E o Cristo exala cheiro de enxofre
Desgosto das freiras, joga o corpo dele no canal
Track Name: Nunca Houve Uma Atriz Como Dina Sfat
Sinais de fama no peito arfante
E a voz que clama
Que pede alento
No horizonte dum céu cinzento e gelado

E sua dulcíssima alma
E tristeza e tanta vida
E toda sua Via Santíssima

Ó virgem donzela
Deflorada na noite do romance
– Não há outra como ela

Talvez houvesse outro
Zé Celso, Jean Genet
Um michê tá custando 250 aqui nas Astúrias
“Eu te amo, eu te quero”
Ó deus, quantas vezes ela disse isso
“Eu te amo, eu te quero”

Nunca mais
Ela parte, eu espero